Brasil tem casos suspeitos de Coronavírus em investigação

Casos suspeitos de coronavírus são investigados no Brasil, o Ministério da Saúde informou que tem investigado esses casos de perto. Dessa forma, as autoridades atualizaram os números, afirmando que existem 9 ocorrências ativas em análise, que se enquadram nos parâmetros estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Esse é o tema do nosso Informativo, pesquisado e atualizado, tudo para melhor esclarecer as dúvidas.

Coronavírus

Casos suspeitos de coronavírus no Brasil

Um dos casos acompanhados pelas autoridades brasileiras é de uma estudante de 22 anos. Ela está hospitalizada em Belo Horizonte com um quadro de saúde estável e vem realizando exames para confirmação da doença. A jovem esteve na cidade de Wuhan, na China, considerada como o epicentro da doença.

O que é um caso suspeito de coronavírus

O Brasil segue diretrizes da OMS para enquadrar pacientes como caso suspeito de 2019-nCoV (novo coronavírus). Assim, os sintomas são:

  • Apresentar febre
  • Ter, no mínimo, um sinal ou sintoma relacionado a problemas respiratórios (como falta de ar, dificuldade para respirar, tosse)
  • Ter viajado para áreas de transmissão ativa do vírus nos últimos 14 dias (todo o território da China)

Ocorrências descartadas

De acordo com o Ministério da Saúde, foram analisados mais de 7.000 rumores de brasileiros infectados pelo coronavírus, sendo que 127 precisaram de verificação. As notificações vieram de vários estados, como: Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, etc.

Conforme o secretário de Saúde do Paraná, um caso suspeito que estava sendo investigado era de um rapaz de 29 anos. O mesmo foi internado em um hospital de Curitiba com sintomas semelhantes aos causados pelo coronavírus e havia passado pela China nas últimas semanas. Contudo, exames detectaram a presença do vírus Influenza B (gripe) e não de coronavírus.

Já no Rio Grande do Sul, a Prefeitura de São Leopoldo descartou o caso de um paciente que, após análises laboratoriais, foi diagnosticado com gripe H1N1. As outras duas ocorrências descartadas em território gaúcho não tiveram os detalhes revelados.

Além dos casos em território nacional, uma brasileira de 10 anos foi internada na madrugada de sábado (25) passado, nas Filipinas, onde viajava com seus pais, com um possível quadro de coronavírus. A suspeita foi descartada nesta manhã pelo embaixador do Brasil no país, Rodrigo do Amaral Souza.

Medidas para combater a doença

O Ministério da Saúde recomenda que viagens para a China sejam evitadas pelos brasileiros. A OMS passou a considerar o risco global do novo coronavírus como alto, o que faz com que toda a China passe a ser considerada como uma área de transmissão ativa da doença.

Os voos ao país asiático não estão proibidos, mas a indicação é que só sejam realizados em casos de extrema necessidade.

Além disso, um centro de operações de emergência (CoE) tem se reunido diariamente para monitorar suspeitas de coronavírus no Brasil. Aeroportos, fronteiras, postos de saúde e hospitais foram reforçados com profissionais capacitados para identificar e prevenir a enfermidade.


Acesse nossas redes sociais para saber mais e confira outros informativos:

Facebook Laboratório Maurílio de Almeida

Instagram @labmauriliodealmeida